Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


‘’BERÇO’’
 
E eu que não nasci em berço de ouro...
Nem de prata nem de couro...
Sujo as mãos ao trabalhar!!!
 
Eu que não herdei nenhum tesouro...
Nem do pai e nem do sogro...
Jamais vou me aposentar !!!
 
A vida e suas historias absurdas...
De loterias e falcatruas...
Cada um a se desculpar!!!
 
O berço a que me refiro...
O que eu nasci e defendo...
É o berço da integridade...
Da justiça sem maldade...
Dos exemplos austeros da verdade...
Do sentimento sincero da simplicidade...
Da troca justa no universo das amizades!!!
 
Não é o berço vicioso..,
De pessoas podres de atos maldosos...
Daqueles que fazem tudo pelo dinheiro...
Mentem, enganam em exagero...
Apenas para do vil metal desfrutar...
É um berço sereno...
Onde o ser humano não é pequeno...
E tem muito para aprender e a ensinar!!!
 
É um berço de princípios...
Onde a plena isenção dos vícios...
Faz o convívio ser prazeroso...
Ser integro, ser dadivoso...
E faz a todos se orgulhar!!!
 
Por mais simples ou sofisticado que seja...
Este berço cheio de certezas...
Não se rende a futilidades...
Nem a arroubos de vaidades...
E nem a caprichos tendenciosos...
Nem a desprezos maldosos...
Pois a base foi muito forte...
Eu não conto, mas tenho muita sorte...
E na vida sou um vencedor...
Pois independentemente de valor...
Considero-me um abastado...
Com os cofres abarrotados de virtudes...
Mesmo com tantas inquietudes...
Daqueles que não podem me derrubar!!!
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 21/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários