Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


 
‘’UM TANTO ASSOBERBADO”
 
Confesso que a paciência não me é mais companheira...
Cansei-me de tantas argumentações tolas...
Eu olho para o próximo e escuto tantas asneiras...
Que não tenho vontade nem de abrir a boca!!!
 
Tenho feito cara de paisagem isso é um fato...
Mas isso também me entristece...
Nas minhas colocações não tenho encontrado eco...
Parece que nada mais me favorece!!!
 
Eu ando sim um tanto assoberbado...
Ocupado demais com tantas decepções..
Melhor ficar no meu canto calado...
Do que dar ouvido a fracas argumentações!!!
 
A juventude acha que os anos não vão lhes visitar...
Agem como se fossem sábios eternos...
Começam declarações que nem sabem onde vai chegar...
São os ignorantes dos tempos modernos!!!
 
Tenho pena dos que hoje desaprendem...
Porque não terão com quem contar...
Recitam cartilhas ditadas por quem não entende...
Que o melhor da vida é viver antes do tempo acabar!!!
 
Sim existem tantos corpos andando pelas ruas...
Tantas pessoas que gritam, gesticulam e nunca falam nada...
Pessoas que vociferam sentindo-se seguras...
Mas que na realidade são umas bestas quadradas!!!
 
O fato de simplesmente falar...
 Muitas vezes é até pejorativo...
Quem realmente tem conteúdo basta só um olhar...
E pronto o recado esta dado e atingido seu objetivo!!!
 
Eu ando deveras assoberbado...
Ando ocupado demais com minhas preocupações...
As vezes fico em um canto por horas calado...
Analisando todas as situações!!!
 
Será que tudo isso tem jeito?
Ou é apenas o final dos tempos?
Será que é por causa de coisas que eu não aceito?
Que ferem profundamente os meus sentimentos?

 
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 16/10/2018
Alterado em 16/10/2018

Música: AH! COMO EU AMEI - BENITO DI PAULA

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários