Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


“CARINHOS VIRTUAIS”
 
Vivemos em momento estritamente castrador...
As pessoas sentem medo de se doar...
E quando aparece uma chance de demonstrar o amor.,.
A grande maioria exercita o ato de amar!!!
 
Os dias são difíceis...
As pessoas são distantes quando estão próximas...
Mas do outro lado da telinha...
Conseguem demostrar como são carinhosas!!!
 
Os carinhos virtuais satisfazem as duas partes...
Quem dá e quem recebe...
Pois nesta vida agitada em que vivemos...
Poucos conseguem falar aquilo que querem!!!
 
A timidez, a inibição as vezes cria uma grande barreira...
Que as pessoas de frente uma para outra não conseguem transpor...
Mas que no mundo virtual de alguma maneira...
A grande maioria consegue expressar todo seu amor!!!
 
Somos seres afetivos...
E como tal precisamos deixar fluir os sentimentos...
Mas a impessoalidade das relações e seus conflitos...
Acabam atrapalhando  e esvaziando os argumentos!!!
 
No mundo virtual acabam-se todas as barreiras...
E podemos dar nosso amor incondicional...
Poder transitar além das estreitas fronteiras...
Sem ter que cumprir nenhum constrangedor ritual!!!
 
Nós enquanto humanos somos uma fabrica de sentimentos...
Que ficam aprisionados em nosso peito tolhidos pela inibição...
Mas com a facilidade das redes sociais e seus vastos equipamentos...
Podemos deixar fluir tudo que sai de nosso coração!!!
 
Obrigado a todos os Amigos virtuais ou reais ,que através da virtualidade podemos dizer que os amamos!!!
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 10/07/2018
Alterado em 10/07/2018

Música: Cancao da America - Milton Nascimento

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários