Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


“DO QUANTO TEUS PAIS SÃO CULPADOS”
 
 
São culpados por suas insatisfações?
Ou será que você não esta arrumando algum culpado por não ter a mesma capacidade dos seus pais?
Sim, em se fazer de vitima você terceiriza todas as tuas responsabilidades. É simples, eu não fiz isso porque você me fez aquilo ou não me deu aquilo outro. Estamos criando exímios perscrutadores de motivos pelas insatisfações ou indolência adquirida.
De quanto os teus pais são culpados?
Eu acho que de nada. Fosse você criado em uma creche nada poderia reclamar. Nos últimos anos testemunhamos lideres competentíssimos que foram criados nas ruas, em creches em albergues e em fundações.
E se deram muito bem exatamente porque não tiveram a quem culpar por isso ou aquilo. O excesso de amor traz uma cobrança e uma dependência doentia. E você mesmo depois de adulto ainda não aprendeu que você é uma pessoa inteira e acabada e não uma extensão do seu Pai ou da sua Mãe. Não se apegue aos erros que você catalogou como sendo desse ou daquele porque com certeza você já é menos que os dois juntos. E quem disse que eles ou um deles estava errado?
 Veja a idade que tem e compare com seus pais e constate que você é menos do que eles. Se os esta culpando é exatamente porque não conseguiu ser melhor. Ai você se apega a tudo que os puder diminuir para justificar sua pequenez. A humildade é sim uma característica superior que vocês jovens deveriam exercitar.  Chamam os pais disso ou daquilo sem ao menos se auto analisar.
Mas não há um dia que não anteceda a outro, e todo dia é dia de aprendizado. Cuide para que ainda haja tempo de poder um dia voltar ao passado e entender que tudo que seus pais fizeram foi apenas para os engrandecer. A sucessão natural que trás o aprendizado mesmo sem professor, também trás o atestado do quanto você foi cruel.
Mas isso é só vida, nada mais do que vida e ela segue em frente atropelando todos o paradigmas e conceitos, quebrando o queixo e a empáfia daqueles que ousaram declarações de superioridade dar.
Um dia chegaras onde os velhos já chegaram que é entender do quanto menor que os seus pais conseguiram ser. Feliz daquele que o tempo ainda lhes foi generoso e acordou antes dos seus velhos dormirem!!!
 
Felicidades a todos os jovens!!!
 
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 02/06/2018

Música: Meu velho - Altemar Dutra

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários