Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


*O MILAGRE QUE SE PROSTITUIU*



Era uma vez um cabeça chata...
Chegou em um pau de arara fedendo a bode mijado...
Na hora do rango parecia uma draga...
Dava a impressão que nunca tinha almoçado!!!
 
Como não era chegado ao trabalho...
Se encostou em um Sindicato...
Cortou o dedo num ato tão falho...
Que todos desconfiaram da veracidade do fato!!!
 
Jogava dos dois lados sem o menor escrúpulo...
Vendeu a Mãe diversas vezes...
Mas como era um Nordestino astuto...
Fazia a todos felizes!!!
 
Mentia mais que andava...
A cada passo era uma historia sem pé nem cabeça...
Mas os cabecinhas do Sindicatos gostavam...
E o retirante aos poucos enricava!!!
 
Arriscou na Politica e se deu bem...
Conseguiu o que ninguém imaginava...
Poderia ter feito uma historia nova sem prejudicar ninguém...
Mas se danou a roubar, e como roubava!!!
 
O Lulinha paz e amor amigo de todos...
Enfiou o pé na jaca...
Jogou na lama a turma de tolos...
Por esta ninguém esperava!!!
 
Agora já no bico do corvo...
Complicado até a ultima geração...
Curte a esperança de enganar todos de novo...
Mas o que lhe resta é a fria prisão!!!
 
Lá vai lembrar de tudo que teve...
Das oportunidades que deixou escapar...
Não da mais tempo agora esta preso...
Sua única esperança é conseguir se matar!!!
 
Morre Lula, mas não mate mais ninguém...
Cometa seu ultimo crime...
Limpe sua sujeira e não ouse prejudicar alguem...
Pois você envergonha nossa espécime!!!
 
Morra, mas morra distante...
Para que a podridão dos seus restos não nos afete mais...
Aqui vamos vivendo daqui para diante...
Tentando esquecer tudo que ficou para trás!!!
 
Queremos sim um Brasil limpo...
Longe das negociatas que você implantou...
A sordidez de todo o seu garimpo...
E todos os milhões que você roubou!!!
 
Todos temos sim de novo esperança...
Que a historia esqueça seu nome...
Pois não podemos sentenciar nossas crianças...
Com a lembrança deste tão asqueroso homem!!!
 
Na realidade nem sei se conseguiu ser um...
Pois de tanto mentir nem ficamos sabendo o que verdadeiramente foi...
O Brasil se livrou de um pilantra bebum...
Como se livra da bosta do boi!!!
 
 
 
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 26/01/2018
Alterado em 26/01/2018

Música: 7- funeral de um lavrador - Tania Alves.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários