Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


“VIDAS CRUZADAS”
 
 
O tempo insistia em não deixar lacunas...
Em suas intrigantes fendas não existia vácuo...
Aos poucos aqueles que não tinham pretensão nenhuma...
Acabavam vivendo de fato!!!
 
Era um entre e sai de pessoas saudosas...
A relembrar os bons feitos da vida...
Naquele espaço não existia pessoas rancorosas...
Todas eram muito queridas!!!
 
Existia um monitor...
E ele fazia toda a triagem...
Separava todos pela quantidade de amor...
Que havia espalhado por suas paragens!!!
 
Em cada viagem da alma...
Não importando o corpo que habita...
O espirito é o ingrediente que acalma...
A vida de gente tão aflita!!!
 
Aflita pelo cotidiano...
Que separa os homens dos meninos...
O espirito de todo ser humano...
É algo deveras por demais rico!!!
 
E viajando através dos corpos...
O viajante alado escolhe suas moradas...
Ora animando vivos e ora abandonando os mortos...
O espirito sabe a sua hora marcada!!!
 
Migra de veiculo como se trocasse de roupa...
Em uma odisseia atemporal...
Deixando este espaço tempo em uma eterna busca...
Animando corpos em um processo triunfal!!!
 
Assim é a vida do espirito...
Que vive um processo simbiótico...
Nasce de novo a cada suspiro...
Mesmo depois de um destino trágico!!!
 
A vida terrena é um recorrente faz de conta...
Onde todos tem que aprender tudo em cada capitulo...
Em um exercício de humildade pura...
O espirito refaz seus caminhos em novos destinos!!!
 
Não há morte espiritual na mais pura essência...
Apenas mudanças de trajetória...
A centelha divina e toda sua abrangência...
Tem tudo armazenado em sua vasta memoria!!!
 
A você, viva, apenas viva!!!
 
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 03/10/2017
Alterado em 03/10/2017

Música: EXODUS - MATOVANNI

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários