Edson Milton Ribeiro Paes.
"Eterno Aprendiz"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


“ORGIA POÉTICA”
 
Ah, mas quão interessante se torna o verbo...
Ainda mais quando ele é sabiamente utilizado...
Juntando as emoções em versos...
Resulta em uma poesia rimada!!!
 
Daquelas em que as rimas são respeitadas...
E que são garantidas as reproduções fonéticas...
Quando se escolhem as palavras...
Como se fossem resultados de aritimética!!!
 
Assim se faz uma poesia...
Cheia de emoções...
Onde o Poeta se reinventa e cria...
Usando todas as suas recordações!!!

Fala da vida e de suas passagens...
Fala do amor sem nenhuma reserva...
Espalha sentimentos em suas mensagens...
E esbanja humildade em suas laudas!!!
 
Brinca com as rimas como se fossem carrinhos...
Empurrando –as conforme sua conveniencia...
Demonstra em cada frase a importancia do carinho...
E organiza tudo com total abrangencia!!!
 
E nesta orgia poética...
O obreiro das rimas vai construindo feitos...
Abusando das reproduções fonéticas...
Ele tenta atingir a todos no centro do peito!!!
 
O objetivo de todo Poeta...
É dar enfaze as emoções...
Mesmo sendo de maneira discreta...
Ele sempre fala direto aos apaixonados corações!!!
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
Enviado por EDSON MILTON RIBEIRO PAES em 04/06/2016
Alterado em 04/06/2016

Música: Bolero de Ravel - André Rieu

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (EDSON MILTON RIBEIRO PAES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários